Monday, November 27, 2006

Mais "Hallelujah"

"Hallelujah", do Leonard Cohen (o fodão da balaxita) tem tanta história que é verbete da Wikipedia. A versão aí embaixo é a "judaica", com uma letra cheia de referências ao velho testamento:

Ouvi que havia um acorde secreto
que Davi tocou, e isso satisfez o Senhor
Mas você não liga muito pra música, não?
Ele vai assim, a quarta, a quinta,a menor em queda, a maior em crescendo
O rei das batalhas compondo Aleluia.

Aleluia (4x)

Sua fé era forte mas você precisava de provas
E a viu se banhando sobre o teto
Sua beleza e o luar o sobrepujaram.
Ela o amarrou à cadeira da cozinha
derrubou seu trono e cortou seu cabelo
E de seus lábios colheu a Aleluia.

Aleluia (4x)

Você diz que tomei o nome em vão
Eu nem sei qual é o nome
Mas se eu tiver tomado, bom, e você com isso?
Há uma explosão de luz
em cada palavra
Não interessa qual você ouviu,
a sagrada
ou a quebrada Aleluia.

Aleluia (4x)

Fiz meu melhor, não foi lá muito
Não podia sentir, aí tentei tocar
Disse a verdade, não vim te enganar.
E mesmo que tudo tenha dado errado
Me ponho ante o Senhor das canções
Com nada na língua além de Aleluia.

Nessa versão já tem umas coisinhas legais, a começar pela descrição da melodia da música no começo (é essa mesmo, pena que eu não sei traduzir nome de nota musical). E, muitas vezes, ao vivo, como no vídeo abaixo, Cohen cantava "the baffled king" (o rei estupefato) ao invés de "battle king" (rei das batalhas, título bíblico de Davi).

Mas há outra versão completamente diferente:

Baby, já estive aqui
Conheço esse quarto, já andei esse chão.
Vivia sozinho antes de te conhecer.

É, vi sua bandeira no arco do triunfo.
Mas ouça, o amor não é uma marcha da vitória,
é uma fria e quebrada Aleluia.

Aleluia (4x)

Houve época em que você me deixou ver
o que acontecia dentro de você
Ah, mas agora você nunca mais me mostra, não?

Sim, mas eu lembro, quando me mexi dentro de você
A pomba sagrada, ela se moveu também,
e cada inspiração que dávamos era Aleluia.

Aleluia (4x)

Talvez haja um Deus lá em cima
Quanto a mim, tudo que aprendi do amor
É como atirar em alguém que sacou mais rápido.

Sim, mas não é um lamento que você ouve esta noite,
Não é a risada de quem diz ter visto a luz
Não, é uma fria e solitária Aleluia.

Aleluia (4x)

Fiz meu melhor, não foi lá muito
Não podia sentir, aí tentei tocar
Disse a verdade, não vim até aqui te enganar.

E mesmo que tudo tenha dado errado
Me ponho ante o Senhor das canções
Com nada em meus lábios além de Aleluia.

Em inglês as rimas são sensacionais. Cohen é o cara.

6 comments:

Amiano said...

Essa e a cara e a voz da centro-esquerda evangelica no Brasil! Aleluia!
Ps: vou acabar comprando os cds deste cara (o Cohen)

Na Prática said...

Grande Irmão Amiano! Se você vier na corrente de fé e oração do blog, eu gravo uma cópia dos CDs do Cohen para você!

Amiano said...

Meu querido, eu ja estou rezando. O problema e que quanto mais eu rezo, mais assombracao me aparece!

Ze said...

Hallelujah

Paulão said...

First we take Manhattan...then we take Berlin!

Na Prática said...

Grande Mestre! First we take Barcelona!