Thursday, July 19, 2007

Frente no Iraque

Três grupos armados Suni no Iraque acabam de formar uma frente para negociar a retirada dos EUA: as Brigadas da revolução de 1920, a Ansar-al Sunna, e o Hammas Iraquiano (esse deve ser uma beleza). Em tese, poderia ser uma boa notícia, visto que os caras renegam tanto a Al-Qaeda quanto o Ba'ath, e a notícia poderia ser o começo de uma negociação de paz.

Bom, tomara que seja, mas os sinais iniciais não são muito bons, visto que os caras não aceitam conversar com quem tiver participado das instituições iraquianas durante a ocupação, afirmam a nulidade de todas as leis promulgadas durante o período, mas não dizem a) que leis colocarão no lugar, nem b) se pretendem fuzilar todo mundo que participou do sistema político iraquiano nesse meio tempo, o que inclui os sindicatos, o partido comunista, grupos liberais e de mulheres, etc.

A notícia saiu no Guardian.

2 comments:

Pictor said...

Cara, eu já to começando a achar que os EUA saindo ainda vai ser pior. A verdade é que eles nunca deviam ter entrado, mas e aí... digamos que eles saiam e o troço vire uma faixona de gazona? Que merda!

Na Prática said...

Pois é, essa é mais ou menos minha posição. Não devia ter ido lá, mas, já que fez a merda, agora limpa. Como disse o Colin Powell, é o princípio da loja de cerâmica: "quebrou, pagou". Agora, pra isso os caras teriam que cortar pesado os gastos governamentais para gastar no Iraque, e reinstaurar o alistamento obrigatório, porque o exército voluntário está sobrecarregado.

Por outro lado, tem toda uma turma que acha que isso até era verdade, mas agora já fudeu.

Enfim, que merda que os caras fizeram.