Thursday, September 21, 2006

Veja

Não é todo dia que podemos dizer isso, por isso não podemos perder a oportunidade: Veja concorda com este blog e fez uma matéria grande elogiando o Gabeira. Meio puxa-saco, pra falar a verdade. Mas tem trechos bons, como o seguinte:

"Aos olhos dos cínicos, a indignação de Fernando Gabeira é um tanto suspeita. Por que ele não se levantou antes contra a bandidagem que o cercava? Por que só reagiu agora? Gabeira já era parlamentar quando se votou a emenda da reeleição de FHC, processo que transcorreu sob o signo da suspeita de compra de votos. Não se ouviu sua voz condenando nada disso. Diz Gabeira: "Achei que bastava não me envolver com os corruptos e navegar ao largo da bandalheira até que vi que o Congresso estava chegando ao fundo do poço". Os cínicos continuam no direito de achar essa atitude de Gabeira um tanto alienada. Mas o certo é que ele, mais uma vez, rompeu com algo que se tornara insuficiente. Dessa vez rompeu com a ética passiva".

A edição também vale pela cobertura das eleições estaduais e pela ótima reportagem sobre os resultados do PNAD, que termina com um troço que eu realmente, realmente acho sobre o Brasil dos últimos dez anos:

"Melhoramos muito, como o próprio resultado da PNAD comprova. Não é hora, portanto, de desviar da rota correta".

1 comment:

Renato said...

Até a Revista Veja acerta de vez em quando... Suas duas últimas edições foram boas, destacando o Youtube e o Fernando Gabeira. Principalmente não usaram muitas gírias e coloquialismos em suas matérias desta vez.

No último número houve algo bom também, pelo menos na edição que circulou aqui no Pará: a quantidade de matérias pagas de empresas da região aumentou muito, o que nos livrou de muitas de suas matérias :). A Veja é ótima quando não tem tantas reportagens, tem menos chance de falar besteiras.