Wednesday, August 22, 2007

Desigualdade cresce na Venezuela

Revolução Bolivariana é isso aí: enquanto o moderadíssimo Lula fez o coeficiente de Gini do Brasil cair 4,6%, o coeficiente de Gini da Venezuela CRESCEU o dobro disso (9%). É isso aí, companheiros: a desigualdade do socialismo do século XXI é MAIOR do que a do capitalismo do século XIX que havia antes na Venezuela. Que espetáculo.

(hat tip: Marginal Revolution)

7 comments:

Pictor said...

E enquanto isso eu não consigo postar. Mas saiba que o boliburguesismo socialista é pior que digamos o feudalismo bizantino. Bizâncio tinha um coeficiente de gene (calculado em papers por aí) igual ao dos EUA atuais.

Rabo de Cobra said...

Ok, a desigualdade diminuiu sob Lula, só que o coeficiente Gini, no Brasil, tem caído bem desde 1990.

De qualquer forma, eu acho que o Gini tem que vir sempre bem acompanhado de outros dados. Por exemplo o Gini do Paquistão é quase igual ao do Japão; o dos EUA, quase igual ao da China.

Na Prática said...

Pictor, eu também estou achando o blogger meio esquisito, volta e meia os posts demoram muito para aparecer, ou não dá para inserir links, ou coisas desse tipo. Vou colocar o paper do Milanovic sobre Bizâncio aí pra quem quiser.

RDC, você tem razão, a desigualdade caiu significativamente durante o período FHC. Estou comparando o Lula e o Chávez porque os dois se proclamam de esquerda, do lado dos pobres, etc.

Nuncio Calado Neto said...

Pois é, o índice de Gini não pode vir sozinho. Veja que os gastos sociais da Venezuela subiram de 7% do PIB em 1995 para 12% do PIB em 2004, o que é um grande salto, já que o PIB também tem subido. Então, mas cuidado com as conclusões precipítadas...

Cristiano Bodart said...

Você está errado. Veja esse trabalho realizado por dois grandes pesquisadores brasileiros. Olhe que os dois não são de esquerda!


http://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=evolução%20do%20%22coeficiente%20de%20gini%20da%20venezuela%22&source=web&cd=2&sqi=2&ved=0CCcQFjAB&url=http%3A%2F%2Fwww.revistas.unifacs.br%2Findex.php%2Frde%2Farticle%2Fdownload%2F1059%2F837&ei=X1gNT-jHCOnb0QHE78zVBQ&usg=AFQjCNGJMdksPFipo6PqC4UMc-lfzbNBOA&sig2=9S0UAEKdzs3FEJNRCNUJCg

Anonymous said...

O link em cresceu não dá em nada.
Agora a ONU reconheceu a Venezuela como o país menos desigual da América Latina, com gini de +-0,41. Quanto era antes de Chávez? Gostaria de ter essa informação.

Matheus Boni Bittencourt said...

A notícia é simplesmente falsa. A desigualdade de renda e a pobreza absoluta vêm caindo sistematicamente na Venezuela. A mortalidade infantil e o déficit habitacional também. A Venezuela é, hoje, o país mais igualitário da América Latina.

Por outro lado, o analfabetismo foi erradicado e a escolarização vêm crescendo. A reforma agrária redistribuiu a propriedade rural e estimulou a agricultura familiar e o cooperativismo.

Se quiser, pode ler análises de Mark Weisbrot, Edgardo Lander e relatórios de instituições ligadas à ONU.

Desculpe desmentir todas as bobagens do seu post.

Espero que tenha a dignidade de não censurar este comentário.