Tuesday, October 31, 2006

Bolsa-Família em Nova Iorque (2)

Sugestão do Fábio, tirado do site do Paulo Henrique Amorim:

NOVA YORK VAI ADOTAR O BOLSA-FAMÍLIA

Paulo Henrique Amorim

O prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, é um dos homens mais ricos do mundo. Ele fez a fortuna com um produto que ajuda as pessoas a ficarem ricas: é o serviço de informações econômicas que leva seu nome, “Bloomberg”. Ele se elegeu prefeito da cidade duas vezes, sem usar dinheiro público – torrou o próprio (clique aqui para ouvir).Não há nada mais capitalista que Bloomberg.Bloomberg, porém, é daqueles capitalistas espertos. Muito espertos. Que sabem que se o sistema capitalista for bom só para os ricos vai pro brejo.

Ele está preocupado com o número muito grande de pobres em Nova York. Por isso, resolveu fazer o quê?Aplicar o “bolsa-família” em Nova York.Segundo o colunista Bob Herbert, do New York Times, onde li a informação, a beleza do “bolsa-família” é que ele tem condicionalidades: a mãe só recebe o dinheiro se a criança for à escola e se submeter a tratamento médico.Fiquei abismado com a informação: mas, não tem gente no Brasil que diz que o “bolsa-família” é o atraso, que não tem “saída”: quem entra nele não sai mais; que é anti-capitalista, porque é “assistencialista”?O Michael Bloomberg, positivamente, não tem nada a aprender com os “capitalistas” brasileiros.

Ainda bem que Geraldo Alckmin disse e repetiu que não vai acabar com o “bolsa-família”, se for eleito.Não pretende fazer como um governador do Rio, Moreira Franco, que se elegeu porque disse, entre outras coisas, que ia continuar com o Brizolão. E fez tudo para acabar.Hoje, Moreira Franco é um político que tem a mesma propriedade do Jorge Bornhausen: faltam-lhe votos.E todos os candidatos a governador do Rio, em 2006, no debate promovido pela TV Record, elogiaram o Brizolão...Quem sabe o Bloomberg faz um Brizolão no Harlem?

4 comments:

Alex-PC said...

Realmente está para ser feita na academia um estudo sociológico sobre o perfil conservador/reacionário das classes médias brasileiras. Não disponho de dados comparativos, e tudo que digo aqui é chutômetro, mas tenho a impressão, frequentando os ambientes empesteados onde expoentes da classe média se empoleram, de que não há realmente mentalidade mais cínica do que a que eles expressam. Afinal de contas, eles não têm responsabilidade alguma pelas instituições públicas "neste país": educação pública, só as universidades, e aí são ferrenhamente estatistas. Mas ensino fundamental, SUS, Bolsa-escola, bolsa-família, vale-gás, luz pra todos, luz fraterna, tudo isso é sinonimo de atraso.
Se a miséria lhes afeta em alguma medida, é na perda de apetite diante da TV, mas basta um Zap para mudar de assunto.
Deveriam, pois, se isolar no campo de concentração de renda por eles criados (os condomínios fechados e as ruas privadas que constróem com a leniência dos prefeitos bornhauzeanos e moreirafranqueanos que cultivam), e deixar que o "povo" - este elemento metafísico que só é digno deste nome quando aparece em vermelho nos mapas eleitorais da imprensa - decida os rumos "deste país".

Alex-PC said...

Ah, e se quiserem companhia, que levem a articulação / PT-SP, estes nouveau politiques - nouveau riches que, por caminhos transversos, acabarão encontrando sua morada nos ribeirões pretos "modernos" e climatizados, novos abrigos da escória sindicalista deslumbrada, filha bastarda da arrogância e cinismo destes nossos "capitalistas".

Enfim... semana da campanha nacional de desabafos...

Anonymous said...

Ô gente ignorante... o bolsa familia com condicionalidades, que vocês tanto aplaudem, foi criado no governo FHC. O governo Lula acabou com as condicionalidades e apenas fornece o bolsa-familia, sem nenhuma contra-partida. Resultado: até a Igreja está reclamando que o Lula está criando uma população de preguiçosos, que não procuram trabalho... Basta uma rápida pesquisa na Internet para comprovar isso... Não é questão de um ser mau e o outro ser bom. É questão de burrice e inteligência mesmo. Qual é o burro e qual é o inteligente? Hehehe, é fácil...

Na Prática said...

Caro Anônimo,

Nâo é à toa que sua família se recusou a lhe passar adiante um nome. Você é uma mula. O Bolsa-Escola foi criado por Cristovam Buarque quando ele era do PT. Parabéns a FHC por ter copiado, parabéns a Lula por ter triplicado de tamanho o programa.

Agora, o que me impressiona é que você realmente acha que é inteligente. Isso é que dé ler Veja: a revista que explica para os maisomenozinhos que eles são bonzões, afinal de contas tem uns pobres que estudaram menos (e deixemos de lado o fato de que um desses pobres tem um emprego muito melhor do que você jamais terá em sua vida sem sentido).

Abstenha-se de falar em público para sempre e pare de interagir socialmente. É uma ordem.