Friday, October 13, 2006

Chico de Oliveira

Na Folha de hoje Chico de Oliveira critica a posição de HH sobre os militantes do PSOL que manifestarem seu apoio a candidatos no segundo turno (mandá-los-á para a Sibéria), e sugere a seguinte pauta para negociar com o governo Lula:

"As condições de Oliveira para votar no petista são: Lula deve barrar a independência do Banco Central; deve propor emenda constitucional para transformar o Bolsa Família num direito, distribuído pela Previdência; e fazer uma reforma da Previdência que inclua o mercado informal de trabalho"

Eu sou a favor da autonomia do BACEN, mas aceito discutir (a evidência empírica ainda não é clara a respeito das consequências). Não sei bem o que ele quer dizer com transformar o bolsa-família em um direito (mas parece interessante). Quanto à inclusão do mercado informal sei menos ainda do que se trata.

Agora: pelo menos o cara sabe quais são as questões importantes: instrumentos de política monetária, renda mínima e informalidade (talvez o principal problema brasileiro). É um progresso imenso, principalmente dentro do PSOL.

4 comments:

Anonymous said...

Quanto a autonomia do Bacen, nada a comentar. Quanto ao bolsa família se transformar em benefício estendido a todo cidadão, é mais ou menos o que fazem alguns países da Europa, como a Alemanha, que dá uma espécie de ajuda monetária ao desempregado, desde que o cara participe de cursos de recolocação e de processos de entrevista para emprego que o governo achar que ele deve participar, e que se for isso que o PSOL quer eu acho perfeito! Quanto a inclusão do mercado informal, quer dizer que o PSOL quer que a Previdência conceda benefícios mesmo não tendo a carteira assinada, mesmo o empregador não pagando o imposto para a previdência. Infelizmente eu acho que isso não daria certo pois levaria a muita picaretagem e a um rombo dos cofres que o Brasil não conseguiria pagar nunca!

Zé said...

O comentário anterior foi meu... O blogger não aceitou colocar meu nome da primeira vez

Amiano said...

Pois e, o cara revela algum contato com a realidade. Mas logo despreza esse contato, quando diz que pra ter acordo com o pstu o pt deve fazer concessoes programaticas. Foi dormir e acordou achando que era do tamanho do pmdb, so pode ser.

Na Prática said...

Grande Ze! Grande Amiano!

Falaram e disseram. Ainda bem que voces nunca atualizam, senao todo mundo parava de ler isso aqui e ia ler o de voces :)